Aos trabalhadores da CGD

0
444

O SinTAF reuniu com a Comissão de Trabalhadores da CGD por solicitação desta.

A CT da CGD elencou, na sua apresentação, um elevado conjunto de problemas que afectam os trabalhadores, de onde ressaltou a não contagem do tempo para efeitos de carreira profissional, destacando também os principais aspectos da conturbada recapitalização do Banco Público.

O SinTAF confirmando e partilhando das mesmas preocupações, manifestou de imediato a sua disponibilidade para desenvolver iniciativas em conjunto, para dar combate aos ataques desferidos contra os direitos dos trabalhadores.

Manifestámos também a nossa grande preocupação acerca dos efeitos anunciados a pretexto da recapitalização “necessária”, nomeadamente o encerramento de balcões e a destruição de milhares de postos de trabalho com as mais variadas formas de despedimentos.

O SinTAF, opõe – se a todas as medidas que firam os direitos dos trabalhadores da CGD, bem como os interesses da população portuguesa.

O SinTAF salientou:

  • A necessidade de garantias dos direitos dos trabalhadores da CGD, bem como a manutenção dos postos trabalho;
  • Estar contra a possibilidade do desaparecimento dos balcões da CGD nas localidades e concelhos do país.

O SinTAF, solicitou reunião à Administração aguardando ainda agendamento.

O SinTAF está solidário com a luta dos trabalhadores do grupo CGD e está disponível para acções de luta com os trabalhadores, a CNT da CGD, bem como com todas as estruturas representativas dos trabalhadores, que estejam dispostos a lutar em conjunto pela manutenção dos postos de trabalho e dos direitos laborais dos trabalhadores do Grupo Caixa Geral Depósitos.

PELA VALORIZAÇÃO DO TRABALHO E DOS TRABALHADORES!!!

JUNTA-TE AO SinTAF, Participa nas comemorações do

25 de Abril e 1º de Maio